Vacina contra a gripe: 167 mil doses estão disponíveis nas unidades de saúde

25/11/2021 14:47

Até o momento, foram aplicadas 516.133 doses do imunizante neste ano. A vacina é indicada para todas as pessoas a partir de seis meses de idade. Foto: Lucília Guimarães/SMCS
Até o momento, foram aplicadas 516.133 doses do imunizante neste ano. A vacina é indicada para todas as pessoas a partir de seis meses de idade. Foto: Lucília Guimarães/SMCS

Um saldo remanescente de 167 mil doses de vacina contra a gripe está disponível para toda a população nas unidades de saúde. A vacina é indicada para todas as pessoas a partir de seis meses de idade. Para se vacinar, basta procurar qualquer uma das unidades básicas de saúde do município. Veja os endereços e horários neste link.

A Campanha contra a Gripe começou em 12 de abril para os públicos prioritários. A partir do dia 17 de junho, a vacina foi ampliada para a população em geral. Até o momento, foram aplicadas 516.133 doses do imunizante neste ano.

De acordo com o diretor do Centro de Epidemiologia da Secretaria Municipal da Saúde, Alcides Oliveira, quem ainda não tomou a dose neste ano deve procurar uma das unidades de saúde para a imunização. Não é mais necessário fazer o intervalo entre a vacina contra a gripe e a da covid-19.

“Nossas equipes estão orientadas, inclusive, a oferecer a vacina contra a gripe para todos que forem se vacinar contra a covid”, esclarece a secretária municipal de saúde de Curitiba, Márcia Huçulak.

Circulação dos vírus

“Com a diminuição da circulação do novo coronavírus, a tendência é de ascensão de doenças respiratórias por outros vírus. E o vírus influenza, da gripe, tem uma importância grande neste cenário. Como temos a vacina disponível para a população, é importante que todos busquem essa proteção”, explica Oliveira.

Segundo ele, essa imunização é importante sobretudo para a população mais vulnerável, como idosos, gestantes, doentes crônicos e crianças. Mas a imunização da população em geral ajuda na chamada “proteção de rebanho”, beneficiando a todos.

A gripe, assim como a covid-19, também pode agravar e, em alguns casos, levar à morte. “Embora seja mais raro disso acontecer do que com a covid-19, ainda assim há essa chance. E a forma de combater e evitar esse tipo de desfecho é a vacinação em massa da população, com as doses disponíveis nas unidades de saúde”, diz Oliveira.

Compartilhar

Mais notícias