Mais de 200 aposentados e pensionistas poderão ter benefícios bloqueados

11/11/2019 16:40

Recadastramento e Censo Previdenciário no IPMC.
 - Na imagem, Lorodi Queiroz Lima.
Curitiba, 14/02/2019.
Foto:Cesar Brustolin/SMCS
Recadastramento e Censo Previdenciário no IPMC. - Na imagem, Lorodi Queiroz Lima. Curitiba, 14/02/2019. Foto:Cesar Brustolin/SMCS

Um grupo de 21 beneficiários que não fez o recadastramento no Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Curitiba (IPMC) poderá ter o benefício bloqueado a partir deste mês. O prazo para a entrega dos documentos deste grupo e para fazer a prova de vida termina na próxima quinta-feira (14/11).

Estes aposentados e pensionistas foram convocados no mês do seu aniversário (maio, junho ou julho), não fizeram o recadastramento, já tiveram o cartão qualidade (utilizado para compras em lojas conveniadas) bloqueado, e mesmo assim não foram ao IPMC.

Também foram feitas tentativas de contato por meio dos números de telefone existentes no cadastro e a busca ativa pelo Serviço Social do Instituto, mas eles não foram localizados. Veja os nomes abaixo.

Mais 210 com o cartão bloqueado

O Instituto convocou pela segunda vez, mais 210 beneficiários que não fizeram o recadastramento e a prova de vida nos meses de agosto, setembro e outubro. Se não participarem do Censo Previdenciário, eles também poderão ter a suspensão do pagamento do benefício.

Clique aqui e veja lista com os nomes dos que ainda não cumpriram a exigência (atualizada dia 11/11 às 11 horas).

Estes aposentados e pensionistas estão com o cartão qualidade bloqueado. O desbloqueio será feito depois que eles comparecerem ao IPMC para a prova de vida e entregarem a documentação exigida conforme a legislação.

A informação sobre a causa do bloqueio do cartão é dada assim que eles entrarem em contato com a central do cartão qualidade. Depois que fizerem o recadastramento, o cartão qualidade será desbloqueado em até 48 horas.

Os que fizeram aniversário em agosto, setembro e outubro e não comparecerem ao IPMC até 15 de janeiro de 2020 para o recadastramento terão o seu benefício suspenso a partir de janeiro.

Todos foram convocados duas vezes por correspondência enviada pelos Correios ao endereço cadastrado no IPMC. A lista dos convocados também é publicada no Diário Oficial do Município.

O que é o Censo Previdenciário

O Censo Previdenciário consiste em duas etapas exigidas por lei. Uma delas é a prova de vida, ou seja, com o comparecimento do beneficiário, o IPMC atesta que ele está vivo. A outra é o recadastramento para o qual são exigidos documentos.

Clique aqui e veja a lista de documentos é informada na correspondência enviada para o endereço cadastrado e também está disponível no site. Quem não recebe a convocação, também pode verificar se foi chamado pelo site.

Os beneficiários são convocados para comparecer ao IPMC no mês do seu aniversário.

O Censo Previdenciário evita pagamentos indevidos e combate fraudes. Por isso, ele é necessário para que os servidores aposentados e os pensionistas mantenham o pagamento do seu provento e pensão de forma regular.

O recadastramento é feito pessoalmente no Edifício Delta (Avenida João Gualberto, 623, torre C, Alto da Glória). Os beneficiários são atendidos no 2° andar.

E se não puder comparecer?

Quem é convocado para o Censo Previdenciário e não pode comparecer no dia agendado, deve entrar em contato o mais rápido possível com o instituto para reagendamento.

Em caso de dificuldade de locomoção ou mobilidade reduzida que o impeçam de apresentar os documentos pessoalmente, o beneficiáro deve entrar em contato para receber orientações para a visita domiciliar. Os telefones para informações são 3350-3646 ou 3350-9617.

Aqueles que moram fora da Região Metropolitana de Curitiba têm a possibilidade de fazer o recadastramento enviando, pelos Correios, o formulário preenchido e os documentos autenticados em cartório, com reconhecimento da assinatura por verdadeiro. As informações e os formulários necessários estão disponíveis no site do IPMC.

Beneficiários que poderão ter o benefício suspenso se não comparecerem até 14 de novembro

Abrahão Felix Haratz
Cátia Cristina Amaro Vieira
Dalva Tereza da Silva Correa
Dizolete Recher Ribeiro
Eleonora Gaspar Gonçalves
José Manuel da Silva
Lidia Maria Ferreira dos Santos
Maria de Lourdes Batista Correa
Maria Helena Egias
Nicolle Cloe Nassur
Octavio Alves dos Santos
Risa Dalva da Silva Andrade
Roberto Lolis
Roseli Vieira de Sousa
Rosemeri Feiler Moreira Bailo
Sildo Betim
Simone Costa
Sueli Aparecida de Souza
Tania Mara Vieira dos Santos
Teresinha Cardoso dos Santos
Tereza Cristina Oliveira dos Santos

 

Texto: Secretaria Municipal de Comunicação Social - SMCS

Compartilhar

Mais notícias