IPMC investe em gestão e modernização e é certificado por boas práticas

07/02/2020 16:34

O IPMC é uma das 30 instituições do país a conquistar a certificação do Pró-Gestão RPPS, o Programa de Certificação Institucional e Modernização da Gestão dos Regimes Próprios de Previdência Social da Secretaria de Previdência do Ministério da Economia.

No Brasil, existem 2.139 regimes próprios ativos, entre estados e municípios. Apenas 170 fizeram adesão ao programa.

O certificado conquistado em 2019 extrapola a formalidade. “Para alcançá-lo, o regime próprio de previdência dos servidores da Prefeitura de Curitiba contou com o trabalho da equipe que integra a instituição, cumpriu exigências, demonstrou ter adotado as devidas práticas de gestão previdenciária relativas a controles internos, governança corporativa e educação previdenciária”, explicou o presidente do Instituto, Ary Gil Piovesan.

Investidor Qualificado

A conquista confere ao IPMC a condição de Investidor Qualificado, conforme regras do Conselho Monetário Nacional. Isso significa que os recursos que o Instituto tem para investir podem ser aplicados de forma diferenciada. No futuro, poderá ter ainda mais sustentabilidade financeira para proteger os beneficiários. 

“Temos buscado a qualidade em todas as nossas ações e projetos. As boas práticas de gestão nos dão mais estabilidade na gestão e na consolidação de avanços, com transparência, sem descontinuidade na gestão previdenciária”, ressaltou o presidente do IPMC.

Censo e Educação Previdenciária

O ano de 2019 também foi marcado pela prova de vida e pelo recadastramento, etapas do Censo Previdenciário iniciado no fim de 2018. Até o encerramento do ano, aproximadamente 12 mil pessoas terão participado destas etapas, que estão previstas em lei.

Além do comparecimento devido às convocações dos beneficiários, o Instituto conta com a equipe do serviço social, que realiza visitas domiciliares para aqueles que não podem comparecer ou que não estão sendo localizados. Até outubro foram feitas 169 visitas. O serviço social também é acionado quando há necessidade de verificar alguma informação relativa aos processos em andamento.

Com dados atualizados, o IPMC faz a gestão de qualidade do dinheiro que está reservado ao pagamento das aposentadorias, pensões, além de outros benefícios, evitando fraudes e pagamentos indevidos.

Pensando na difusão de informações previdenciárias, o IPMC realizou, durante este ano, onze encontros com a participação de mais de seiscentos servidores de diversos órgãos da administração direta.

Foram apresentados temas como Regime Próprio de Previdência Social, Finanças, Importância dos dados cadastrais (incorporação de tempo de contribuição, inclusão de dependentes), Regras Gerais de Aposentadoria, Cálculos dos Proventos de Aposentadoria, Abono de Permanência, Pensão por morte do servidor, Isenção de IR e Contribuição Previdenciária e Controle Externo.

O novo portal do IPMC também foi uma importante conquista na busca pela transparência. Segurados e cidadãos encontram as informações necessárias e podem solicitar novos dados, sempre que precisarem. O Fale Conosco e a Ouvidoria são serviços automatizados no site. Lá também está disponível o novo Código de Ética da instituição, que norteia a conduta de gestores, servidores, empregados públicos e demais colaboradores.

Reconhecimento

O momento da aposentadoria é lembrado pela equipe do IPMC com muito cuidado e carinho em relação a cada servidor que se aposenta. Todo mês são preparadas reuniões para prestar todos os esclarecimentos necessários a quem se aposentou. Eles recebem o Certificado de Reconhecimento Público pelo trabalho desempenhado na Prefeitura de Curitiba, em nome de cada um.

Em 2019 foram realizados 23 encontros com mais de mil participações de servidores recém-aposentados.

A enfermeira aposentada Silvana Silva de Souza Borri, de 55 anos, acredita que todos os que se aposentam deveriam participar da reunião.

“Aquele é um momento importante. Tem muita coisa nova nesta fase, é um mundo novo. Eu me senti acolhida. E estou fazendo coisas diferentes agora”, conta Silvana, que participa do programa Vida Nova, que proporciona oficinas de idiomas, de música, de saúde do corpo, rodas de conhecimento, artesanato. Silvana está fazendo aulas de italiano, um sonho antigo que ela tinha, e de violão.

Além das atividades promovidas na sede do Instituto, no Alto da Glória, aposentados e pensionistas da Prefeitura de Curitiba têm a possibilidade de ingressar nas atividades realizadas nas Ruas da Cidadania Cajuru, Boqueirão e Fazendinha. Parte da programação é gratuita.

Saiba o que o IPMC fez para conquistar a certificação do Pró-Gestão:

Melhoria na organização das atividades e processos

Aumento da motivação por parte dos colaboradores

Incremento da produtividade

Redução de custos e do retrabalho

Transparência e facilidade de acesso à informação

Perpetuação das boas práticas, pela padronização

Reconhecimento no mercado onde atua

Números do IPMC em 2019:

A folha de pagamento do IPMC tem 14.608 aposentados e 2.518 pensionistas, além de servidores em licença-maternidade e em licença- saúde.

De janeiro a outubro foram concedidas 1.053 aposentadorias e 114 pensões. 

Foram realizados 9.766 atendimentos presenciais de janeiro a outubro. Mais de 51% foram relativos a aposentadorias.

 

Texto: Secretaria Municipal de Comunicação Social - SMCS.

Compartilhar

Mais notícias