Viga de dimensões colossais é instalada para duplicação do viaduto do Tarumã

26/02/2024 15:04

Prefeito Rafael Greca e o vice-prefeito Eduardo Pimentel, acompanham o içamento de vigas na obra do Complexo do Tarumã. Curitiba, 25/02/2024. Foto: José Fernando Ogura/SMCS
Prefeito Rafael Greca e o vice-prefeito Eduardo Pimentel, acompanham o içamento de vigas na obra do Complexo do Tarumã. Curitiba, 25/02/2024. Foto: José Fernando Ogura/SMCS

Era perto das 13h deste domingo (25/02) quando começou a ser instalada a primeira das maiores longarinas (vigas de concreto) que possibilitarão à Prefeitura duplicar o viaduto sobre a Avenida Victor Ferreira do Amaral, intervenção principal da obra denominada Complexo Tarumã. O trabalho foi acompanhado pelo prefeito Rafael Greca e por seu vice e secretário estadual das Cidades, Eduardo Pimentel

Eles estiveram atentos a todo o processo de movimentação do componente estrutural - do transporte do local onde foi construído, junto ao canteiro de obras, até o içamento e a instalação.

“É um momento de muita emoção. Sou grato a Deus por poder, com a ajuda da tecnologia, proporcionar à cidade uma obra rápida e que será importante para a vida das pessoas”, disse Greca. “É um momento histórico para a nossa cidade”, complementou Pimentel.

Medidas colossais

Por causa do tamanho da viga, tudo foi feito lentamente. A viga mede 43,5 metros e pesa 110 toneladas, equivalente a 110 carros populares. Estão sendo instaladas quatro do mesmo porte, além de 12 menores (com 32 metros e 80 toneladas). O trabalho começou no sábado (24/02), quando foram içadas e lançadas quatro vigas em frente ao DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes).

Morador do Tarumã desde criança, o representante comercial Arthur Rezende Alves Júnior passa sempre pelo canteiro de obras e resolveu ver o que era a movimentação de máquinas e homens em pleno domingo. “Parece que estão encaixando peças gigantes de Lego”, disse, admirado, referindo-se ao brinquedo que usa blocos coloridos de encaixe. “Vai acabar o congestionamento nos horários de pico, além de valorizar a nossa região”, completou.

Complexo Tarumã

O alargamento do viaduto é parte das intervenções do Complexo Tarumã, que incluem a requalificação 12 de ruas, parte delas para formar as alças de acesso ao viaduto, praças, paisagismo e iluminação. A previsão é de conclusão no segundo semestre deste ano.

As alças de acesso, com requalificação de 8 km de ruas, estão em fase avançada de execução. Na Alça Noroeste, as ruas Bandeirantes Dias Cortês, Affonso Penna e Nagib Daher já receberam serviços de drenagem, terraplenagem e asfaltamento. Na Alça Sudeste, Engº Antônio Batista Ribas e Suécia têm a pavimentação em andamento, enquanto na Alça Sudoeste, Presidente Epitácio Pessoa, Epaminondas Franco e Maria Ficinska passam por serviços de drenagem e iluminação pública.

A Secretaria Municipal de Obras Públicas (Smop) coordena e fiscaliza os trabalhos. O projeto foi contratado pelo Instituto de Planejamento e Pesquisa de Curitiba (Ippuc).

Mudanças no tráfego

Por questão de segurança, a operação está exigindo a interdição total de um trecho da via, entre o Supermercado Mufatto e o Colégio Militar do Paraná. O bloqueio total desta área, nos dois sentidos (Centro e Pinhais), deve se estender até quarta-feira (28/2). A mudança no trânsito também afetará temporariamente as linhas do transporte coletivo. A área afetada está sinalizada. Dez linhas de ônibus terão desvios e uma linha especial temporária vai atender os passageiros afetados pelos bloqueios

Também acompanharam a instalação da estrutura o diretor do Departamento de Pavimentação da Secretaria Municipal de Obras Públicas (Smop), Mário Luís da Costa Padovani, e a engenheira fiscal da obra, Marina Solek; o superintendente da Construtora Trail, Luís Eduardo Lobo Guerra, e o engenheiro da empresa responsável pela gerência do contrato, Antônio Carlos Costa Marques.

Compartilhar

Mais notícias